Especialidade

Endocrinologia

O Endocrinologista cuida dos transtornos das glândulas endócrinas, órgãos que secretam substâncias no sangue, conhecidas como hormônios. Estes regulam praticamente todas as funções orgânicas e, portanto, as alterações hormonais podem provocar diversas doenças, envolvendo o organismo como um todo.

Diabetes

Alteração dos níveis de açúcar do sangue, decorrente da falta de produção ou da falta de ação da insulina, hormônio produzido pelo pâncreas. O chamado “pré- diabetes” é uma alteração no organismo que leva à resistência à ação da insulina.

Existem algumas doenças que também podem provocar a queda da glicose sanguínea, ou hipoglicemia;

DOENÇAS DA TIREOIDE

Podemos ter o hipertireoidismo, funcionamento excessivo da tireoide, com níveis aumentados de hormônios tireoidianos no sangue e as complicações decorrentes desse excesso; o hipotireoidismo, mau funcionamento da tireoide, levando à redução dos níveis sanguíneos dos hormônios tireoidianos e suas conseqüências; o bócio, crescimento exagerado da tireóide, produzindo uma massa na região anterior do pescoço, e os nódulos tireoidianos.

Obesidade

 A obesidade possui múltiplas causas, e apesar de sabermos que apenas uma pequena proporção dos casos de obesidade é provocada por excesso ou deficiência de alguns hormônios, frequentemente é acompanhada de outras doenças endócrinas, tais como a diabetes, os transtornos do colesterol e a síndrome dos ovários policísticos.

SÍNDROME DOS OVÁRIOS MICROPOLICÍSTICOS

Hoje já se sabe que a irregularidade menstrual e as características decorrentes do excesso de hormônios masculinos, como aumento de pêlos e acne, que acompanham essa síndrome, estão diretamente associadas à obesidade e ao desenvolvimento de diabetes e de todas as suas complicações.

SÍNDROME PLURIMETABÓLICA

É um transtorno complexo representado por um conjunto de fatores de risco cardiovasculares usualmente relacionados à deposição central de gordura, à  pré-diabetes, hipertensão arterial  e ou alteração do colesterol.

OSTEOPOROSE E OSTEOPENIA

Osteoporose é a descalcificação progressiva dos ossos que se tornam frágeis e porosos. É uma doença na qual ocorre diminuição da massa óssea e piora da sua qualidade.

Embora a ocorrência seja maior no sexo feminino, após a menopausa, com a diminuição dos níveis de estrogênio, os homens também podem ter a doença, que se torna mais frequente com o envelhecimento, falta de atividade física, consumo de álcool, tabagismo, hipovitaminose D (deficiência de vitamina D)e doenças crônicas.
Osteopenia é um estágio anterior a osteoporose, onde a descalcificação óssea ainda está em um grau leve, inicial, podendo evoluir ou não para a osteoporose.

DOENÇAS QUE AFETAM O DESENVOLVIMENTO

Puberdade tardia (ausência de início da puberdade após os 13 anos em meninas e 14 anos em meninos). Puberdade precoce (aparecimento de mamas e pelos, respectivamente, em meninas menores que 8 anos e meninos menores que 9 anos).

  • Doenças da hipófise;
  • Doenças que afetam o crescimento;
  • Doenças neoplásicas da tireoide;
  • Doenças das supra-renais;
  • Doenças das paratireoides;

Exames

Exames laboratoriais

Os exames mais utilizados são exames laboratóriais ( dosagens hormonais) e ultrassonografias.

Punção da Tireoide (PAAF)

O procedimento mais utilizado hoje é a Punção Aspirativa com Agulha Fina – PAAF.
A agulha utilizada é fina, semelhante àquelas que são usadas para aplicação de insulina. Antes da punção, o médico utiliza o ultrassom para localizar o nódulo, o que aumenta a precisão do exame. Em seguida, a agulha aspira uma pequena quantidade de tecido para a biópsia propriamente dita. A ultrassonografia é muito útil, pois permite o cálculo do volume da tireoide, o contorno, a textura, além de identificar a presença de lesões (cistos ou nódulos).

Nossos especialistas

Endocrinologistas

Aline Andrade

Endocrinologia Clinica

Camila Viecceli

Endocrinologista

Tatiana Fukuda

ENDOCRINOLOGISTA

Aline Andrade

Endocrinologia Clinica

Camila Viecceli

Endocrinologista

Tatiana Fukuda

ENDOCRINOLOGISTA